Como funciona a contabilidade para e-commerce?

Começar um novo negócio é sempre um misto de emoções: felicidade, apreensão, preocupação, etc. Com o e-commerce não é diferente, por isso, nessas horas, é importante pensar nos mínimos detalhes para que não haja problemas futuros interferindo no funcionamento do seu empreendimento, pois mesmo que seja virtual, um e-commerce é a mesma coisa que uma empresa física, ou seja, as obrigações contábeis também se se aplicam a ele. Neste artigo você confere alguns pontos importantes da contabilidade para e-commerce. Continue a leitura!

A importância da Contabilidade

A contabilidade é uma ciência aplicada que estuda os métodos de cálculo e registro da movimentação financeira de uma empresa. Para que um negócio seja criado e mantido, é necessário seguir diversos aspectos, como questões legais, definição de produtos e serviços que serão oferecidos, colaboradores, marketing, entre outros, que devem ser implantados e mantidos com o respaldo das informações contábeis para garantir que os processos de tomadas de decisão sejam assertivos e atendam aos aspectos legais e fiscais.

Contabilidade para E-commerce

Muito importante em todo e qualquer tipo de negócio, inclusive para o e-commerce, que deve seguir a legislação fiscal e tributária vigente, a Contabilidade é imprescindível para a abertura de um negócio virtual, que em um primeiro momento deve ser aplicada na legalização do e-commerce, já que se trata de um negócio que deve ser constituído da mesma forma que uma empresa física. Além disso, também é necessário identificar, registrar, medir e comunicar as informações financeiras do negócio através da Contabilidade para tomar as melhores decisões, pois ela auxilia, resumindo, seu empreendimento a pagar legalmente menos impostos, manter dinheiro em caixa para pagar dívidas e obrigações e orientar decisões em compras e investimentos. A seguir você confere alguns pontos importantes da contabilidade para e-commerce.

A importância da escolha de um regime tributário adequado

Como você já sabe, o comércio virtual deve seguir todos os passos de abertura e manutenção de um empreendimento físico, como o registro do CNPJ na Junta Comercial e a liberação na prefeitura do município onde o negócio será sediado. Para isso, é necessário escolher a opção mais adequada entre as modalidades de cadastro de uma empresa jurídica, que são o Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional. Essa etapa é muito importante, pois escolher a modalidade correta é a melhor forma de reduzir custos e qualificar a contabilidade para e-commerce, principalmente na cobrança de impostos de forma adequada e de acordo com a quantidade de arrecadação da empresa.

Em resumo, as opções Lucro Real e Lucro Presumido são direcionadas para e-commerces que faturam até R$ 78 milhões anuais (Presumido) ou mais (Real) – modalidades direcionadas a multinacionais e grandes empresas. Já o Simples Nacional é a opção mais vantajosa para micro e pequenas empresas (que possuam um faturamento de até 4,8 milhões anuais) por ser o regime que apresenta alíquotas mais baixas, que são diferenciadas de acordo com o faturamento do negócio.

Realize um bom planejamento contábil

A escolha do melhor regime tributário deve estar relacionada a um bom planejamento tributário para ser eficiente, isso porque alguns regimes não são vantajosos para certos tipos de negócios, ou seja, a melhor forma de anteceder possíveis transtornos e déficits é planejar toda a contabilidade da empresa considerando todos os pontos do modelo de negócio. Procure conhecer melhor todos os impostos que devem ser pagos, como ICMS, ISS, IPI, entre outros, além de saber as especificidades da categoria que seu e-commerce se encaixa. Para o e-commerce, além de ser uma obrigatoriedade, a contabilidade deve servir como uma importante ferramenta no processo de decisão, pois só através dela é possível verificar se o empreendimento está sendo rentável, alcançando os resultados desejados e atendendo às regras do regime tributário escolhido.

Acompanhar os relatórios é fundamental

Pode parecer que um negócio virtual é mais simples de gerenciar do que uma empresa física, mas um acompanhamento minucioso de relatórios, como número de visitas no site, taxa de abandono de carrinho, fluxo de caixa, quantidade de vendas, etc., é fundamental para avaliar o desempenho geral do empreendimento. Essas são métricas que possibilitam ajustar, organizar e redirecionar recursos para afinar os resultados e saber os erros e acertos.

Conte com o auxílio de uma consultoria contábil especializada

Em meio a tantas obrigatoriedades e detalhes para serem administrados, contar com uma consultoria contábil pode ser incrivelmente vantajoso para o seu empreendimento digital, que terá o auxílio de profissionais capacitados para estruturar estratégias e garantir a eficiência de todos os eventos contábeis do seu e-commerce. A MF Consultoria Contábil pode ajudá-lo com a assessoria contábil de sua loja virtual, acesse nosso site e saiba mais sobre nossos serviços.

Fontes: Jornal Contábil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Voltar ao topo